ministério das letras

Visionário às ocultas

Profeta do Arauto

Compromissado com a verdade e bem estar físico e mental do leitor, escrevo com palavras ácidas a receita de um doce amargo como fel. A página está aberta e a iguaria na mesa. Entre e fique à vontade. Puxe a cadeira, sente-se e sinta-se convidado a degustá-la comigo. Adianto que as verdades são indigestas; e em certos casos, além de causar complicações metabólicas e glicêmicas, são rejeitadas pelos ácidos biliares. O doce fabricado por mim, quando não mata, torna o intruso adiposo de sabedoria e cultura

Arquivo